sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

A Delatora (The Whistleblower)

Teaser do filme que exiimos na 5ª feira à tarde, baseado numa história real!

Ciclo de Reflexão sobre Direitos Humanos - 3º dia

No último dia do Ciclo de Reflexão sobre Direitos Humanos debatemos o Tráfico de Seres Humanos contando com a presença da Dra Sónia Araújo em representação da Equipa Multidisciplinar Especializada para assistência a vítimas de tráfico de seres humanos. Agradecemos a todas as organizações que marcaram presença no evento e a todos os alunos e docentes que participaram nas várias atividades que desenvolvemos. Um agradecimento especial aos alunos que colaboraram connosco de uma forma mais direta! Ficam algumas fotos!

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Ciclo de Reflexão sobre Direitos Humanos - 2º dia

O segundo dia do Ciclo de Reflexão sobre Direitos Humanos foi dedicado ao tema dos Refugiados. Exibimos um pequeno vídeo sobre a Crise na Síria e a reportagem "Sonhos desfeitos no Mar" da autoria de Filipe Caetano exibida na TVI.

Em representação da "PAR - Plataforma de Apoio aos Refugiados" esteve presente a Dra Joana Morais e Castro que falou do trabalho desta plataforma e introduziu o mote para o aceso debate que se seguiu. Encerrámos a manhã com a Ana Margarida Rodrigues do 10º E que partilhou o texto "Refugiados em nós" da jornalista Bárbara Alves da Costa. 

 Durante a tarde, exibimos no auditório o filme "A Delatora", baseado numa história verídica e a Academia Cidadã dinamizou o workshop "Direitos Europeus" ao qual assistiram duas turmas de alunos de cursos profissionais. 
 Em breve serão disponibilizadas as fotos deste dia! Fica o vídeo que passou no evento:

 

Ciclo de Reflexão sobre Direitos Humanos - 1º dia

Na quarta-feira iniciámos o Ciclo de Reflexão sobre Direitos Humanos.

Para iniciar o dia enviámos a todas as turmas da nossa escola um texto para reflexão alusivo à temática dos Direitos Humanos e, após algumas atividades que simbolizaram a abertura do evento, demos início à sessão da manhã no auditório. Foi exibido um pequeno vídeo sobre a história dos Direitos Humanos e de seguida a Dra Maria José Santos, em representação da Amnistia Internacional - Núcleo de Viseu, apresentou os casos da Maratona de Cartas 2015, sensibilizando os presentes para apoiarem esta causa. A sessão terminou com a apresentação da peça de teatro "Saber dizer sim, saber dizer não" representada pelos alunos do Curso Profissional de Artes do Espetáculo.  

No átrio da biblioteca foram expostos materiais do Projeto “Photo Voice”, um projeto que foi dinamizado pela EAPN – Rede Europeia Anti Pobreza no ano letivo anterior com a turma do 10º G e um painel relativo aos Refugiados elaborado pela Biblioteca. Em destaque também, um conjunto de livros alusivos aos Direitos Humanos.


Obrigada a todos pela preciosa colaboração!

Brevemente colocaremos aqui as fotos deste dia!


sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Ciclo de Reflexão sobre Direitos Humanos

  
Entre 9 e 11 de dezembro a Escola Secundária Felismina Alcântara realiza, uma vez mais, o Ciclo de Reflexão sobre Direitos Humanos, uma organização da Biblioteca Escolar e do Departamento de Ciências Sociais e Humanas. Serão três dias de reflexão sobre a temática, incidindo particularmente na problemática dos Refugiados e no Tráfico de Seres Humanos. 
Serão nossas convidadas a Dra Maria José Santos da Amnistia Internacional – Núcleo de Viseu, a Dra Joana Morais e Castro em representação da Plataforma de Apoio aos Refugiados, a Dra Sónia Araújo da Equipa Multidisciplinar Especializada para Assistência a Vítimas de Tráfico de Seres Humanos e o Dr João Labrincha da Academia Cidadã.
Os alunos do Curso Profissional de Artes do Espetáculo apresentarão a peça “Saber dizer sim, saber dizer não” que prepararam especialmente para este evento.
Iniciaremos este Ciclo de Reflexão no intervalo das 10h no dia nove, convidando a comunidade escolar a juntar-se numa sessão simbólica no átrio da escola.
Dinamizaremos novamente a Maratona de Cartas apelando à assinatura de toda a comunidade escolar para o apoio aos 4 casos selecionados este ano pela Amnistia Internacional.  
A exibição de pequenos vídeos, a sessão de cinema com o filme “A Delatora” (baseado num caso real), a partilha de leituras e algumas exposições complementam o evento.

Junte-se a nós nestes dias de reflexão por um Mundo Melhor!

A Organização

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Maratona de Cartas 2015


Maratona de Cartas 2015

A Amnistia Internacional Portugal marcou o início do grande evento anual da organização de direitos humanos que mobiliza milhões de ativistas pelo mundo inteiro.

A campanha anual da Maratona de Cartas é um dos maiores eventos mundiais de ativismo: pessoas que ajudam outras pessoas, onde quer que estas sejam; milhões que se juntam na tentativa de alcançar justiça para homens, mulheres e crianças no mundo inteiro. Todos os anos, desde 2009, e ao longo de várias semanas, a Maratona de Cartas mobiliza os ativistas a agirem em defesa de indivíduos e grupos em risco de sofrerem violações de direitos humanos.


Rafael Marques, jornalista e defensor dos direitos humanos em Angola, condenado injustamente por ter escrito um livro em que expõe graves violações de direitos humanos naquele país. O seu julgamento, politicamente motivado e violador do direito de liberdade de expressão, está em fase de recurso e a Amnistia Internacional insta as autoridades angolanas a respeitarem todas as garantias de julgamento justo e a retirarem as acusações contra o jornalista.

Raparigas e adolescentes no Burkina Faso são forçadas a casar precocemente e, assim, limitadas nas suas escolhas de vida e no exercício dos seus direitos sexuais e reprodutivos. Uma em cada três raparigas neste país é obrigada a casar antes de ter 18 anos, algumas até com apenas 11 anos – e de todas é esperado que tenham filhos muito cedo. A Amnistia Internacional exorta as autoridades do Burkina Faso a pararem de ignorar esta situação, proibida pela Constituição do país assim como pela lei internacional, e a porem fim as casamentos forçados e precoces.

Costas, grego e homossexual, e o seu companheiro, foram violentamente espancados duas vezes, em Atenas, devido às suas escolhas de orientação sexual. A Grécia continua a não tomar as medidas necessárias para estancar o aumento de violência motivada pelo ódio no país e trata os casais do mesmo sexo como cidadãos de segunda classe, não cumprindo as obrigações internacionais de proteção dos direitos da comunidade comunidade lésbica, gay, bissexual, transgénero e intersexual (LGBTI). A Amnistia Internacional urge as autoridades gregas a investigarem exaustivamente os crimes de ódio e a assegurarem que Costas e o companheiro recebem a compensação a que têm direito.

Yecenia Armenta foi condenada no México com base numa “confissão” extraída sob tortura brutal: suspensa pelos tornozelos de pernas para o ar, sufocada e espancada e violada. Está presa há três anos por um crime que assevera não ter cometido e as denúncias de tortura que fez continuam por ser investigadas pelas autoridades. A Amnistia Internacional defende que as autoridades mexicanas têm de retirar todas as acusações contra Yecenia Armenta, libertá-la imediata e incondicionalmente e responsabilizar judicialmente os seus torturadores.

Campanha "Make a wish"


As Bibliotecas Escolares e os Professores de Educação Moral e Religiosa Católica com a colaboração da Associação de Estudantes e de vários alunos aderiram ao Projeto “Make a Wish”. O projeto tem como missão realizar os desejos de crianças e jovens gravemente doentes, dando-lhes momentos de alegria e esperança. Nesse sentido, apelamos à tua colaboração na aquisição de uma estrela “Make a Wish” no valor de 1€. Podes fazê-lo em qualquer uma das bibliotecas escolares, junto dos professores de EMRC ou dos alunos dinamizadores da campanha. 

Neste Natal sê uma estrela “Make a Wish” e proporciona sorrisos a quem mais precisa!


Colabora nesta campanha!

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Este mês nas bibliotecas...

E chegámos a dezembro! 
Iniciamos o mês assinalando o Dia da Pessoa com Deficiência com sessões de leituras nas bibliotecas, seguindo-se entre 9 e 11 o Ciclo de Reflexão sobre Direitos Humanos, uma iniciativa das Bibliotecas Escolares em conjunto com o Departamento de Ciências Sociais e Humanas. Várias organizações foram convidadas para este evento cujo programa definitivo será publicado muito em breve! Também na ACO a professora Elisabete Cruz se associou à comemoração desta data e irá expor várias ilustrações realizadas por alunos da Declaração Universal de Direitos Humanos.

Em conjunto com os docentes de EMRC e a colaboração de vários alunos aderimos este ano ao projeto “Make a Wish” que tem por missão realizar os desejos de crianças e jovens gravemente doentes. Assim, solicitamos a toda a comunidade educativa que adquira uma estrela do projeto (1€) e contribua deste modo para levar um pouco de alegria e esperança a estes jovens.

Nos próximos dias 10, 14 e 15 a Biblioteca da GEA convida alunos e famílias a partilhar leituras ao final da tarde!

A Biblioteca da ACO, os alunos do 1º ciclo e a Educação Especial dinamizarão um espectáculo de encerramento do 1º período através da partilha de leituras e dramatizações.

Daremos início novamente ao projeto SOBE e mantemos os concursos e desafios mensais!

Bom mês… boas leituras!

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Quem te ama, não te agride!

APAV - violência no namoro



Se algumas destas coisas te são familiares...é tempo de sair desta relação!

"Cansada"

Vozes de Aldina Duarte, Ana Bacalhau, Cuca Roseta, Gisela João, Manuela Azevedo, Marta Hugon, Rita Redshoes e Selma Uamusse.

Dia Internacional pela Eliminação da Violência Contra as Mulheres


Assinala-se hoje o Dia Internacional pela Eliminação da Violência Contra as MulheresEsta data visa alertar a sociedade para os vários casos de violência contra as mulheres, nomeadamente casos de abuso ou assédio sexual, maus tratos físicos e psicológicos.
O fenómeno da violência doméstica contra as mulheres abrange vítimas de todas as condições e estratos sociais e económicos e os seus agressores também são de diferentes condições e estratos sociais e económicos.
Em 1999, as Nações Unidas (ONU) designaram oficialmente o dia 25 de novembro como Dia Internacional pela Eliminação da Violência Contra as Mulheres. Desde 1999 que se tem celebrado este dia pelo mundo. A data está relacionada com a homenagem a Tereza, Mirabal-Patrícia e Minerva, presas, torturadas e assassinadas em 1960, a mando do ditador da República Dominicana Rafael Trujillo.

"Não fique a assistir" é a  nova campanha da APAV que visa sensibilizar cada um de nós para não ficar quieto e denunciar casos de que tenhamos conhecimento.  
Combater a violência contra as mulheres é um dever de todos.

terça-feira, 17 de novembro de 2015

"Livros que fizeram história"

"Livros que fizeram história" é uma exposição cedida pela Editora Santillana que é possível visitar até 6ª feira no átrio da biblioteca!
Venha conhecer os livros que, de uma maneira ou de outra, marcaram as vidas de todos nós!

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Curta-metragem sobre a Tolerância!

A Tolerância deve ser ensinada e defendida!

Em mensagem sobre o Dia Internacional da Tolerância, o secretário-geral da ONU pediu a todos que reconheçam "a crescente ameaça" colocada por aqueles que tentam causar divisão.
Ban Ki-moon defendeu ainda o compromisso com a criação de um "caminho definido pelo diálogo, coesão social e entendimento mútuo".
Diversidade
A data internacional é celebrada nesta segunda-feira. No comunicado, o chefe da ONU afirmou que as pessoas estão mais conectadas, mas isso não significa que estejam "mais compreensivas". Segundo Ban, "as sociedades estão cada vez mais diversas, mas a intolerância está crescendo em muitos lugares".
Xenofobia
O secretário-geral ressaltou que "tensões sectárias podem ser encontradas no centro de muitos conflitos", com a "ascensão do extremismo violento, enormes violações de direitos humanos e limpeza cultural". Destacou ainda que a "maior crise de deslocamento forçado desde a Segunda Guerra Mundial" gerou ódio e xenofobia contra refugiados e migrantes.
Educação
Ban declarou que a tolerância é muito mais do que "passivamente aceitar o outro". Segundo o chefe da ONU, ela deve ser "ensinada e defendida" além de trazer obrigações para a ação.
O secretário-geral afirmou ainda que a tolerância requer investimento pelos Estados em pessoas e no "cumprimento de seu pleno potencial através de educação, inclusão e oportunidades".
Segundo Ban, isto significa construir sociedades fundadas no "respeito aos direitos humanos" e onde o "medo, a desconfiança e a marginalização" sejam substituídos pelo "pluralismo, participação e respeito às diferenças".

Dia Internacional da Tolerância

O Dia Internacional da Tolerância é celebrado anualmente a 16 de novembro.
A data foi aprovada pelos estados membros da UNESCO após a celebração, em 1995, do Ano das Nações Unidas para a Tolerância.
A celebração do Dia Internacional da Tolerância visa promover o bem estar, progresso e liberdade de todos os cidadãos, assim como fomentar a tolerância, respeito, diálogo e cooperação entre diferentes culturas, povos e civilizações. É um dia destinado não só aos governos e organizações mas também às comunidades e aos cidadãos, cabendo a todos promover a tolerância no seu espaço e no mundo.

Declaração Universal dos Direitos Humanos

A instauração da data é baseada na Declaração Universal dos Direitos Humanos, nomeadamente nos artigos 18, 19 e 26:
  • Todas as pessoas têm direito à liberdade de pensamento, consciência e religião.
  • Todos têm direito à liberdade de opinião e expressão.
  • A educação deve promover a compreensão, a tolerância e a amizade entre todas as nações, grupos raciais e religiosos.
«A primeira lei da natureza é a tolerância, já que temos todos uma porção de erros e de fraquezas.»
Voltaire

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

26º aniversário da queda do Muro de Berlim

Aquela entrevista coletiva de imprensa no horário nobre da televisão alemã conta-se entre as mais memoráveis do continente europeu. Günter Schabowski, porta-voz do governo da então Alemanha Oriental, acabara de anunciar a nova legislação sobre viagens do país. Devido a um mal-entendido, respondeu à pergunta de um jornalista italiano, a respeito do momento em que a lei entraria em vigor, com uma frase que se tornou famosa: "Pelo que sei, ela entra... já, imediatamente".


Como a entrevista era transmitida em direto e acompanhada tanto na Alemanha Ocidental como na Oriental, esse lapso de comunicação teve consequências abrangentes para a política mundial. Pois, logo em seguida, os cidadãos da República Democrática Alemã, de regime comunista, peregrinaram até a fronteira interna em Berlim. Durante três horas, os guardas de fronteira – que não haviam sido informados do novo regulamento – contiveram o afluxo humano. Mais tarde quando a "TV do Oeste" montou suas câmaras e confirmou a sensacional notícia, ficou claro que naquela noite chegava ao fim a divisão da Alemanha, marcada pela construção do Muro de Berlim, em 21 de Agosto de 1961.Naquela noite de 9 de Novembro de 1989, os agentes de segurança suspenderam a sua resistência, abriram as passagens de fronteira berlinenses e deixaram as pessoas passarem do Leste para o Oeste e vice-versa, sem que fossem controladas. Durante meses, milhares de cidadãos da Alemanha Oriental tinham estado a realizar manifestações exigindo com veemência reformas políticas. As "manifestações de segunda-feira", em especial, pelas ruas de Leipzig, já se tinham  tornado famosas.Os manifestantes gritavam: "Nós somos o povo!" e "Gorbil! Gorbil!", referindo-se ao secretário-geral do partido comunista russo, Mikhail Gorbatchev (1931). Desde 1985, ele estava a realizar reformas na União Soviética, numa nova política que os habitantes da RDA também desejavam para si. Porém, por total falta de espírito reformista, o governo de Erich Honecker (1912-1994) bloqueara as mudanças, precipitando, assim, seu próprio fim. Em 18 de Outubro de 1989, Honecker fora substituído por Egon Krenz (1937) no cargo de secretário-geral do partido e presidente do Conselho de Estado. Porém, nem isso pode conter a derrocada do governo comunista da RDA. Em 4 de Novembro  cerca de meio milhão de pessoas tinha-se  reunido na praça Alexanderplatz, em Berlim Oriental, para protestar em prol de uma reforma do Estado. A partir dessa poderosa manifestação ficou claro que o novo governo não contava com a confiança popular. Cinco dias mais tarde era aberto o Muro. Ao mesmo tempo, tornavam-se cada vez mais fortes as exigências de que se fundissem os dois Estados da Alemanha.
Fonte: http://estoriasdahistoria12.blogspot.pt/

Revista "Dependências"


Revista "Dependências" uma publicação periódica de conteúdos na área das toxicodependências.

Em destaque nesta edição o "Lisbon Addictions 2015":
  • 600 investigadores projetam em Lisboa futuro das políticas europeias
  • Portugal no epicentro da investigação mundial
  • Muito provavelmente o maior evento mundial sobre comportamentos aditivos.
Pode consultar aqui!

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Este mês nas bibliotecas...

Iniciamos este mês realizando a inscrição para o Concurso de Decoração de Natal Inter-Escolas do projeto “Make a Wish”. A "Make a Wish" é uma organização internacional que tem por missão realizar os sonhos de crianças e jovens gravemente doentes. As Bibliotecas Escolares e os professores de EMRC acharam pertinente dar o seu apoio a esta causa e em conjunto com a Associação de Estudantes e de vários outros alunos irão iniciar uma campanha solidária de “venda” de estrelas (as quais servirão depois para decorar a escola) para angariarem fundos destinados a realizar o desejo de uma criança/jovem. Contamos por isso com a solidariedade de todos! 

 No dia 11 comemora-se o S. Martinho e no dia 16 o Dia Internacional da Tolerância estando as bibliotecas a preparar alguns materiais para assinalar estas datas. 

 Com a apoio da editora Santillana estará na ESFA entre os dias 16 e 20 a exposição “Livros que fizeram História”. Trata-se de um conjunto de 16 painéis que contam a história de várias obras - desde a «Bíblia», passando pela «Origem da Espécies» de Charles Darwin e pela «Teoria da Relatividade» de Albert Einstein, até ao «Principezinho» de Saint-Éxupéry, entre outros. 

No dia 22 a Biblioteca Municipal comemora 18 anos e lançou o convite todos os mangualdenses que nasceram no ano da sua abertura para participarem diretamente nas comemorações deste dia. Será de certeza um dia cheio de muita animação a assinalar o excelente trabalho que têm feito em prol da cultura na nossa cidade. 

Continuam às quintas-feiras as sessões do projeto “Aprender em Filmes” com o CineClube de Viseu, no qual estão envolvidos vários alunos do agrupamento de Artes Visuais e os desafios mensais habituais.

 Bom mês… boas leituras!

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Leituras Enfeitiçadas

A Biblioteca Municipal assinalou o Halloween realizando na noite de sexta-feira mais um espetáculo das Leituras Enfeitiçadas, desta vez, integrando a programação das Sextas da Lua!
Vários alunos do agrupamento partilharam leituras e 450 alunos participaram no Concurso "Marcadores Mágicos" cuja entrega de prémios se realizou nessa noite. 
A Associação de Estudantes da ESFA também marcou presença no evento montando uma "Casa Assombrada" na sala polivalente que arrancou muitos gritos e gargalhadas às crianças que por lá passaram!  
As Bibliotecas Escolares agradecem a todos os docentes e alunos do agrupamento que deram o seu contributo para o sucesso desta noite!

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Leituras Enfeitiçadas


É já amanhã à noite que na Biblioteca Municipal se vai comemorar o Halloween! O programa inclui uma caminhada notura, leituras alusivas e muitas travessuras!
Participarão alunos do nosso agrupamento e será realizada a entrega de prémios aos vencedores do Concurso de Ilustração "Marcadores Mágicos"!
Não faltem!

terça-feira, 20 de outubro de 2015

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Semana da Alimentação e Atividade Física


 A leitura é o alimento da nossa mente!



quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Projeto "Aprender em Filmes


Realizou-se hoje a 1ª sessão do Projeto "Aprender em Filmes" que o CineClube de Viseu está a realizar na nossa escola.
Os destinatários são alunos do agrupamento de Artes e o objetivo é a produção de uma curta-metragem de animação. As sessões são dinamizadas pela formadora Graça Gomes e deverão decorrer até dezembro.
Muito obrigada ao CineClube pela oportunidade que está a dar aos alunos da nossa escola de participar num projeto tão enriquecedor!

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Somos o que comemos!


Uma grande reportagem interativa da SIC na Semana da Alimentação e Atividade Física que estamos a comemorar!

Para ver, clique aqui!

Semana da Alimentação e da Atividade Física


É hoje que iniciamos no agrupamento a Semana da Alimentação e Atividade Física. 
Fiquem atentos! 

sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Receção aos novos alunos na biblioteca

Entre os dias 30 de setembro e 6 de novembro recebemos na Biblioteca as turmas do 9º ano e a turma do 10ºH que vieram acompanhados das docentes de Português.
O objetivo das sessões foi dar a conhecer os recursos, os serviços que disponibilizamos, as regras de funcionamento do espaço e algumas das atividades que habitualmente dinamizamos. No final foi-lhes proposto a realização de um "bibliopaper" a que os alunos aderiram com grande entusiasmo.
Muito obrigada às docentes Ana Lúcia, Alzira Rocha, Paula Amaral e Paula Loureiro por terem colaborado na atividade.
Ficam algumas fotos: 

terça-feira, 6 de outubro de 2015

Este mês nas bibliotecas...


Outubro é o Mês Internacional da Biblioteca Escolar. A International Association of School Librarianship (IASL) propõe, como anualmente acontece, um tema aglutinador — “A biblioteca escolar é super” (tradução adotada pela RBE) é o tema deste ano. Em todo o mundo, é reforçada a visibilidade da biblioteca escolar como recurso poderoso na aprendizagem dos alunos! É também essa a intenção que preside às visitas que temos vindo a realizar com os novos alunos, nas bibliotecas do agrupamento.
Lançámos dois concursos de ilustração:
- Manifestamente Melhor – tem por base o texto produzido pelo Curso de Artes do Espetáculo no ano letivo anterior e destina-se aos alunos do 9º ano e ensino secundário;
- Marcadores Mágicos - propõe a criação de um marcador de livros que relacione a leitura e a magia e dirige-se aos alunos desde o pré-escolar ao 3º ciclo.
Os regulamentos de ambos os concursos podem ser consultados nos blogues das bibliotecas.
Na semana de 12 a 16 irá decorrer a Semana da Alimentação e Atividade Física estando a ser preparadas muitas atividades. Fiquem atentos!
No dia 21 será um prazer enorme voltar a receber o autor/ilustrador Pedro Seromenho que realizará na Biblioteca Municipal duas sessões para os alunos do 1º ciclo.
Também como é já habitual, em parceria com a BM e o CineClube de Viseu irá realizar-se o Aprender em Festa 2015, um programa dedicado ao cinema de animação, que decorrerá na última semana do mês. Ainda com o CineClube, daremos início ao projeto “Aprender em Filmes” cujo objetivo é a produção de uma curta-metragem utilizando a técnica de “stop motion”. A primeira sessão decorrerá no dia 15. 
Iniciamos na GEA e na ACO a “Hora do Conto” e uma série de desafios mensais.

                                     Bom mês… Boas leituras!

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Dia Mundial da Música

Nikki Smith - Guitar Siren 

Pablo Picasso

Depois do silêncio, o que mais se aproxima de expressar o inexprimível é a música!
Aldous Huxley

terça-feira, 29 de setembro de 2015

Autor do Mês


Conhece melhor a vida do autor da coleção "O Bando dos Quatro" e dos livros "O jardim das Delícias", "A voz dos Deuses" e de  tantos outros, lendo a informação que se encontra no átrio da biblioteca! 

João Aguiar é o nosso autor do mês de Outubro! 

Concurso de Ilustração "Manifestamente Melhor"

 Regulamento


- O concurso destina-se a todos os alunos do 3º ciclo e do ensino secundário do Agrupamento de Escolas de Mangualde; 
- O concurso tem como objetivo ilustrar o texto “Manifestamente Melhor”, produzido pelos alunos do Curso Profissional de Artes do Espetáculo, culminando com a edição de um livro em formato A5 e cujas verbas reverterão para uma Associação de Fins Humanitários;
 - Os participantes podem optar por ilustrar apenas alguns ou todos os artigos do texto; 
- As ilustrações têm de ser originais e podem apresentar-se a preto e branco ou a cores, em formato digital ou impresso; 
- O texto a ilustrar deve ser levantado na Biblioteca da ESFA ou consultado na Página Web do Agrupamento;
 - A seleção dos trabalhos a integrar a publicação será feita por um júri, a revelar oportunamente.

Data limite: 30 de outubro

Participa! Associa o teu nome a esta causa e publica a tua imagem neste mundo!


Lê o texto a ilustrar aqui!  

Sugestão de Filme

Os Maias - Cenas da Vida Romântica
 Baseado no romance homónimo de Eça de Queirós, o filme segue de forma bastante fiel a obra, retratando a Lisboa oitocentista, cidade de aparências, de mentiras, de  novo-riquismo, de traições, de amor incestuoso…Carlos da Maia, médico, o último herdeiro de uma tradicional família portuguesa movimenta-se neste cenário de artificialidade e boémia preferindo gastar o seu tempo na companhia de amigos e amantes, junto do seu grande colega João da Ega. Mas tudo muda quando finalmente se apaixona. A história pessoal de Carlos mistura-se à de Portugal, ambas banhadas de doses generosas de tragédia e comédia. Um filme de João Botelho.
Disponível para requisição na Biblioteca!

Concurso de Ilustração "Marcadores Mágicos"

No âmbito da comemoração do Mês Internacional das Bibliotecas Escolares e em articulação com a Biblioteca Municipal, propomos o Concurso “Marcadores Mágicos”.

Objetivos:
- Comemorar o Mês Internacional das Bibliotecas Escolares;
- Promover a criatividade através da expressão plástica e da expressão escrita;
- Estimular a reflexão em torno da temática da Biblioteca e dos Livros.

Modalidades:
- Expressão plástica
Os alunos usarão a sua imaginação e os materiais que quiserem e farão um marcador de livro alusivo ao tema da leitura e do halloween.

 - Expressão escrita
O marcador de livro deverá conter pelo menos uma frase que relacione a leitura, os livros ou as bibliotecas… com a época especial do Halloween. Os alunos do pré-escolar e 1.º ano poderão fazer apenas a ilustração sem a frase.

Destinatários:
- Alunos do Pré-Escolar, 1º, 2º e 3º Ciclos do Agrupamento de Escolas de Mangualde.
Os alunos que pretendam participar, deverão dirigir-se às bibliotecas escolares para solicitarem o marcador de livro que estará em branco, contendo apenas o logótipo e o título do concurso. Depois de elaborado o marcador de livro, deverão entregá-lo nas bibliotecas escolares até ao dia 19 de outubro. O marcador deve vir identificado com o nome do autor.

Será eleito um júri para escolher o melhor marcador de livro de cada ano de escolaridade.
Todos os alunos participantes receberão um certificado.
Os marcadores de livro entregues para o concurso serão expostos na Biblioteca Municipal.
Os alunos premiados receberão os prémios no Sarau “Leituras Enfeitiçadas”, na noite do dia 30 de outubro.
Nota importante: Alguns marcadores de livro poderão ainda ser reproduzidos pelas bibliotecas escolares para serem utilizados e oferecidos ao longo do ano em atividades e eventos.

 Agradecemos a vossa colaboração.

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

“Atrás dos Tempos vêm os Tempos”

Na próxima sexta feira a Biblioteca Municipal apresenta mais uma edição do projeto SEXTAS DA LUA. 
"Atrás dos tempos vêm os tempos: no tempo da frol” é a designação genérica de um projeto que o grupo Musicando - Associação Recreativa, Cultural e Desportiva pretende dinamizar anualmente, privilegiando, em cada ano, uma temática específica. “No tempo da frol” leva o espectador a um percurso pela poesia de temática amorosa medieval e renascentista, bem como ao escárnio tão característico das ‘nossas gentes’. Conduzidos por um bobo irreverente e por um conjunto de personagens que com ele interagem, o telespectador é convidado a relembrar ‘tempos’ que ajudaram à construção do ‘nosso tempo’, herança que se evidencia através da inserção de canções da nossa música popular, no final de cada uma das três partes do espetáculo: Tempo de trovadores, Tempo de “cousas de folgar e gentilezas” e Tempo de crítica mordaz.

A entrada é livre!


sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Bom regresso às aulas!


A Biblioteca Escolar deseja a todos os alunos, professores e funcionários um excelente ano letivo!

segunda-feira, 15 de junho de 2015

Exames nacionais - calendário (1ª fase)


A biblioteca deseja a todos os alunos muito sucesso na realização dos exames e informa que continua a praticar o horário normal de funcionamento!

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Dia do Autor Português

O Dia do Autor Português comemora-se desde 1982 e pretende homenagear os autores portugueses, das mais diversas áreas artísticas como a pintura, a literatura, a poesia, a música, a dança, a escultura,  o cinema…  que têm contribuído para  o enriquecimento da cultura portuguesa com as suas criações e distinguir aqueles que se destacaram na defesa e promoção dos direitos de autor.

A biblioteca associou-se a esta homenagem expondo biografias de alguns dos nomes mais consagrados da cultura portuguesa em várias vertentes: pintura, escultura, música, cinema, representação, arquitetura, ilustração, dança e literatura. Conheça-os aqui:

segunda-feira, 18 de maio de 2015

Contos para o 10º ano - alguns dos títulos disponíveis

Marido e outros Contos - Lídia Jorge
Sete contos diferenciados pelos retratos diversos dos protagonistas – Uma mulher que se deixa submeter à arbitrariedade de um marido bárbaro, um professor que procura no voo dos pássaros o sinal da presença de Deus, um cabeleireiro que se vinga da ausência da beleza, jovens que procuram espaço para um resto de heroísmo juvenil diante da polícia, uma sobrinha que rememora a sua história de amor por um tio, uma visitante que invoca uma cena de perversão entre crianças dentro de um trigal, ou uma história contada por um antigo nadador-salvador por quem cinco jovens se enamoraram.

Contos Policiais - Vários
Pedro Sena-Lino coordena esta obra que reúne contos de alguns dos mais conceituados autores portugueses:  Dulce Maria Cardoso, Francisco José Viegas, Gonçalo M. Tavares, Hélia Correia, Mafalda Ivo Cruz, Mário Cláudio, Rui Zink, Valter Hugo Mãe. E com a estreia de Ricardo Miguel Gomes. 


Meninas - Maria Teresa Horta
Do fabuloso monólogo de Lilith num paradisíaco ventre materno, primeiro conto deste volume, até «Estrela», que fecha o livro, numa violenta, mas irresistível, história de abuso sexual paterno que leva a filha ao suicídio, Maria Teresa Horta traça, num português sumptuoso, ao longo de mais de trinta contos, uma vasta e belíssima galeria de «Meninas». Quase todas negligenciadas, quando não abandonadas e maltratadas, entregam-se à magia ou à leitura salvadoras. É assim com Beatriz, à beira do abismo no Faial, com Laura, abandonada pela mãe em «Eclipse», com Branca, perseguida pela madastra e o pai, com Maria do Resgate, que abre a porta aos anjos na falta da mãe, com Rute, ladra «sem culpa» de uma rosa apaixonante. Mas também com a infância de personagens históricas como a sanguinária condessa húngara Erzsébet, com a rebelde Carlota Joaquina, inconformada com um destino que não quis, a seduzir e enfeitiçar o pintor Maella autor do seu retrato oficial, ou literárias como Katie Lewis, apaixonada pela leitura e assim retratada por Edward Burne-Jones, a gerar o fascínio de Oscar Wilde. "As Meninas" é um livro mágico e encantador, com que Maria Teresa Horta abre um novo rumo na história da literatura portuguesa.



Contos Completos - Gabriel Garcia Marquez
Este volume reúne os contos escritos por Gabriel García Márquez desde os finais dos anos 1940, até meados dos anos 1990. Um conjunto de 41 histórias que nos permite desfrutar de todo o encanto e mestria do genial escritor colombiano, e que nos leva a um mundo inesquecível cuja realidade se expressa mediante fórmulas mágicas e lendárias.
Histórias fantásticas que reflectem a cultura sul-americana, misturando acontecimentos surreais e detalhes do quotidiano, escritas com o estilo que caracteriza a obra de García Márquez, em que os milagres se inserem na vida quotidiana e a prosa se aproxima inevitavelmente do seu destino fatal: a poesia.