quarta-feira, 29 de abril de 2015

SOS Europa hoje na ESFA


Todos os dias chegam alertas do mar Mediterrâneo: botes e barcos em apuros no alto mar, com centenas de pessoas a bordo, em fuga da guerra, da perseguição e da instabilidade, da pobreza atroz, arriscando tudo para chegar à Europa – e milhares morrem pelo caminho, mais de 1.700 perderam a vida só desde o início deste ano.

Pretendendo alertar para o problema dos migrantes no espaço europeu, a Amnistia Internacional tem em curso a iniciativa SOS Europa na qual participámos hoje de manhã na ESFA!.

Obrigada aos alunos e docentes que se disponibilizaram para participar nesta ação simbólica e a todos os que assinaram a petição.

Juntos faremos a diferença!


Uso da vírgula: 7 regras essenciais

Aprende as 7 regras essenciais na colocação de vírgulas neste tutorial produzido pela Escola Superior de Educação de Lisboa!

sexta-feira, 24 de abril de 2015

25 de abril - Telas e Serigrafias

Uma recolha feita pela Biblioteca na página web da Associação 25 de abril.

Cronologia Histórica da Revolução

Cronologia Histórica da Revolução


Relato cronológico incluído no programa "Caderno Diário" da RTP, e dirigido a um público juvenil, dos acontecimentos históricos que medearam entre o Estado Novo e a criação da Constituição de 1976, com destaque para a revolução do 25 de abril de 1974.

Poesia de abril

Uma recolha de poesia alusiva à Revolução de abril com ilustrações de vários artistas plásticos portugueses.
Fonte: Centro de Documentação 25 de abril
Encontra-se em exposição no átrio da biblioteca!

quinta-feira, 23 de abril de 2015

25 de abril




Um trabalho dos alunos do 8º PIEF sobre o 25 de abril, realizado nas aulas de Português com a docente Graça Albuquerque.
Parabéns!

Lê!


Um convite à leitura no átrio do pavilhão A

Filme de Animação: "O menino e o mundo"

Numa parceria com o CineClube de Viseu e a Biblioteca Municipal, as turmas de Artes, acompanhadas das docentes Anabela Pascoal e Cristina Vouga, assistiram hoje ao filme "O menino e o mundo".

Realizado pelo brasileiro Alé Abreu, o filme é uma obra feita com desenhos a lápis de cor, giz de cera, colagens e pinturas e conta a história de um miúdo que mora com o pai e com a mãe, numa pequena casa no campo. Diante da falta de trabalho, o pai abandona o lar e parte para a cidade grande. Triste e desnorteado, o menino faz as malas, apanha o comboio e vai descobrir o novo mundo onde o seu pai mora. Para sua surpresa, encontra uma sociedade marcada pela pobreza, exploração de trabalhadores e falta de perspetivas.  Prémio Cristal de melhor animação em 2014, naquele que é considerado o maior festival do mundo dentro do género; Grande Prémio da Monstra – Festival de Cinema de Animação de Lisboa. 

CNL - fase distrital

Decorreu ontem em Mortágua a sessão distrital do Concurso Nacional de Leitura. Após disputarem a prova escrita que versou sobre as duas obras selecionadas em cada um dos ciclos (básico e secundário), foram divulgados os resultados, tendo as duas alunas do ensino secundário - Sandrina e Diana Sottomayor - conseguido o apuramento para a fase final. Esta consistia na leitura de um excerto e na resposta a uma questão colocada pelo júri. Infelizmente, nenhuma delas conseguiu ser a representante do distrito na fase nacional. 


Parabéns a todos os alunos pela forma como se empenharam nesta iniciativa e muito obrigada por terem participado!

Continuem a ler cada vez mais!

"Descobre o Livro"


Assinalando o Dia Mundial do Livro a biblioteca propõe-te o desafio "Descobre o Livro". Para isso, só tens de procurar as respostas aos 10 desafios propostos (na Biblioteca ou na Sala de Convívio), preencher a folha que se encontra no placar e entregá-la na biblioteca ou bar dos alunos. Depois... é só aguardar pelo resultado! Haverá prémios para os vencedores!

Dia Mundial do Livro - Mensagem

Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor é uma oportunidade para reconhecer o poder dos livros na mudança das nossas vidas para melhor e para apoiar os livros e aqueles que os produzem.
Como símbolos globais de progresso social, os livros – aprendizagem e leitura – tornaram-se alvos para aqueles que denigrem a cultura e a educação, que rejeitam o diálogo e a tolerância. Nos últimos meses, temos visto ataques contra crianças nas escolas e a queima pública de livros. Neste contexto, o nosso dever é claro – devemos redobrar os esforços para promover o livro, a caneta, o computador, juntamente com todas as formas de leitura e de escrita, de modo a combater o analfabetismo e a pobreza, a construir sociedades sustentáveis, e a fortalecer as bases da paz.

A UNESCO tem liderado a luta contra o analfabetismo, a ser incluída como elemento fundamental nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável de 2015. A alfabetização é a porta para o conhecimento, essencial para a auto-estima e o empoderamento individuais. Os livros, em todas as formas, desempenham um papel essencial neste aspecto. Com 175 milhões de adolescentes no mundo – a maioria meninas e mulheres jovens – incapazes de ler uma única frase, a UNESCO está empenhada no domínio das tecnologias de informação e comunicação, em especial as tecnologias móveis, de forma a apoiar a alfabetização e a alcançar os excluídos com aprendizagem de qualidade.
Os livros são plataformas de valor incalculável para a liberdade de expressão e o livre fluxo de informação – estes são essenciais para todas as sociedades actuais. O futuro do livro como objeto cultural é inseparável do papel da cultura na promoção de vias mais inclusivas e sustentáveis ​​para o desenvolvimento. Através da suaConvenção sobre a Proteção e a Promoção da Diversidade das Expressões Culturais, que celebra o seu 10º aniversário este ano, a UNESCO pretende promover a leitura entre os jovens e os grupos marginalizados. Estamos a trabalhar com a International Publishers Association, a International Booksellers’ Federation e a International Federation of Library Associations para apoiar as carreiras profissionais nas editoras, livrarias, bibliotecas e escolas.
Este é o espírito norteador de Incheon, na Coreia do Sul, que foi designada Capital Mundial do Livro 2015, em reconhecimento do seu programa para promover a leitura entre as pessoas e as camadas mais desfavorecidas da população. Esta designação entra em vigor no Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor e será comemorada com os participantes do ano anterior, Port Harcourt, na Nigéria.
Com Incheon e toda a comunidade internacional, vamos unir-nos para comemorar os livros como a personificação da criatividade, o desejo de compartilhar ideias e conhecimentos, para inspirar a compreensão, o diálogo e a tolerância. Esta é a mensagem da UNESCO sobre o Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor.
Mensagem de Irina Bokova, Directora-Geral da UNESCO, por ocasião do Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor 2015

terça-feira, 21 de abril de 2015

CNL - fase distrital


É já amanhã na Biblioteca Municipal de Mortágua que se disputará a fase distrital do Concurso Nacional de Leitura. Boa sorte às nossas alunas apuradas na fase de escola - Diana, Sandrina e Francisca do ensino secundário e Inês e Mariana que juntamente com o Rodrigo representarão o ensino básico! 

DIA MUNDIAL DO LIVRO - Biblioteca Municipal

A Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves, em Mangualde, acolhe na próxima quinta-feira, dia 23 de abril, pelas 21h30, o lançamento da obra "Diamantes de Vida", de Mário Rodrigues Ferreira e chancela da Alphabetum – Edições Literárias. A iniciativa, organizada pela Câmara Municipal de Mangualde, acontece no âmbito da comemoração do Dia Mundial do Livro e integra-se na atividade do Clube de leitura da Biblioteca Municipal.

"Diamantes de Vida" é uma obra perturbadora, de um realismo vivo e, muitas vezes, sentimental, que se tece entre histórias distintas do passado, presente e futuro que se entrecruzam e se complementam. Três viagens. Uma, fugindo não se sabe de quê, num misto de inexperiência e ingenuidade. Outra, pelo interior de si próprio, fugindo de si e de todos, num misto de credulidade e medo. E uma última: Um olhar sobre o nada que fica mesmo antes do que podia ser tudo. Mário Rodrigues Ferreira espera que a leitura de “Diamantes de Vida” estimule nos leitores a ideia de que “devemos viver com a certeza que a vida é uma dádiva e que tem que valer a pena”.

O autor, Mário Rodrigues Ferreira nasceu a 4 de Junho de 1966, “no tempo dos morangos, num ano em que as frutas ainda tinham época”, refere. Depois de terminar os estudos e o serviço militar obrigatório, passados três anos, iniciou o seu percurso profissional numa instituição de crédito nacional. Ao longo dos últimos 25 anos, paralelamente ao serviço bancário, Mário Rodrigues Ferreira tem desenvolvido trabalho em arqueologia terrestre e subaquática, tendo publicado cerca de uma dúzia de livros da especialidade. Soma ainda a estas atividades, a de professor universitário. Apesar de ter sempre escrito, o autor assume que o fazia apenas para si e que deitava tudo fora. “Até que um dia, há uns anos”, explica, “resolvi não deitar para o lixo e surgiu o "Diamantes de Vida", o primeiro livro de ficção que chega agora ao público pela Aphabetum, uma escolha fomentada por indicação de alguém e também pela forma como olha os autores.

A iniciativa é aberta à comunidade.


quinta-feira, 16 de abril de 2015

3º Diálogo e Encontro com Diferentes Profissões Artísticas


Está a decorrer na escola a 3ª edição da iniciativa promovida pelos docentes de Artes e dedicada à divulgação de várias disciplinas artísticas. 
No átrio da biblioteca é possível ver uma exposição dedicada à Mafalda, a personagem criada por Quino e uma mostra de fotografia de Joana d'Assumpção, bem como alguns trabalhos em banda desenhada realizados por um ex-aluno da escola - Filipe Marques.
Dentro da biblioteca a escultura e a pintura são as áreas em destaque.  Noutros espaços da escola, estão representadas outras áreas, tais como o design, a arte digital, a arquitetura, o multimédia... 
Venha visitar!

terça-feira, 14 de abril de 2015

Ferramentas da web 2.0


Dinamizámos hoje junto dos alunos do 12ºG (Curso Profissional de Animação Sociocultural) uma sessão com algumas "ferramentas" da web 2.0 - Tagxedo, Pinterest e Powtoon.

Esperamos que lhes sejam bastante úteis nesta nova etapa de estágio profissional que vão iniciar já na próxima semana! 

 Boa sorte a todos!

sexta-feira, 10 de abril de 2015

Atividades do mês!

Este mês... nas bibliotecas!



Abril apresenta-se cheio de atividades nas bibliotecas do agrupamento. A iniciar este 3º período as finalistas do Concurso "Leitores de Palmo e Meio" disputarão a prova final no dia 9 na GEA. Parabéns a elas e a todos que participaram neste desafio ao longo das três sessões.
No dia 22, a leitura também será posta à prova, desta vez, na sessão distrital do Concurso Nacional de Leitura que decorrerá em Mortágua. As nossas 6 alunas que venceram a sessão escolar já se encontram a ler as obras obrigatórias, sobre as quais terão que realizar um teste escrito e uma prova oral, caso passem a 1ª fase da sessão distrital, o que esperamos que aconteça.
O Dia Mundial do Livro comemora-se a 23 e as bibliotecas escolares irão lançar um desafio aos alunos intitulado "Descobre o livro". Ficamos a aguardar a participação de todos!
Na biblioteca da ESFA encontra-se a exposição "O Sistema Solar: a nossa casa nas estrelas" promovida pela equipa de Biologia e Geologia e na próxima semana voltaremos a colaborar no "3º Diálogo e Encontro com Diferentes Profissões Artísticas", organizado pelos docentes de Artes, acolhendo várias exposições.
Numa parceria com o CineClube, será exibido o filme de animação "O menino e o mundo", vencedor de vários prémios.
Na próxima semana será dinamizada a 3ª e última sessão do projeto PhotoVoice, uma parceria com a Rede Europeia Anti Pobreza, Núcleo de Viseu e, ao longo do mês, dinamizadas sessões do projeto SOBE.
Lembraremos a conquista da Liberdade assinalando o 25 de abril com exposições e poesia alusiva.
Mantêm-se os concursos e desafios habituais.

Bom mês, boas leituras!