sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

A Delatora (The Whistleblower)

Teaser do filme que exiimos na 5ª feira à tarde, baseado numa história real!

Ciclo de Reflexão sobre Direitos Humanos - 3º dia

No último dia do Ciclo de Reflexão sobre Direitos Humanos debatemos o Tráfico de Seres Humanos contando com a presença da Dra Sónia Araújo em representação da Equipa Multidisciplinar Especializada para assistência a vítimas de tráfico de seres humanos. Agradecemos a todas as organizações que marcaram presença no evento e a todos os alunos e docentes que participaram nas várias atividades que desenvolvemos. Um agradecimento especial aos alunos que colaboraram connosco de uma forma mais direta! Ficam algumas fotos!

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Ciclo de Reflexão sobre Direitos Humanos - 2º dia

O segundo dia do Ciclo de Reflexão sobre Direitos Humanos foi dedicado ao tema dos Refugiados. Exibimos um pequeno vídeo sobre a Crise na Síria e a reportagem "Sonhos desfeitos no Mar" da autoria de Filipe Caetano exibida na TVI.

Em representação da "PAR - Plataforma de Apoio aos Refugiados" esteve presente a Dra Joana Morais e Castro que falou do trabalho desta plataforma e introduziu o mote para o aceso debate que se seguiu. Encerrámos a manhã com a Ana Margarida Rodrigues do 10º E que partilhou o texto "Refugiados em nós" da jornalista Bárbara Alves da Costa. 

 Durante a tarde, exibimos no auditório o filme "A Delatora", baseado numa história verídica e a Academia Cidadã dinamizou o workshop "Direitos Europeus" ao qual assistiram duas turmas de alunos de cursos profissionais. 
 Em breve serão disponibilizadas as fotos deste dia! Fica o vídeo que passou no evento:

 

Ciclo de Reflexão sobre Direitos Humanos - 1º dia

Na quarta-feira iniciámos o Ciclo de Reflexão sobre Direitos Humanos.

Para iniciar o dia enviámos a todas as turmas da nossa escola um texto para reflexão alusivo à temática dos Direitos Humanos e, após algumas atividades que simbolizaram a abertura do evento, demos início à sessão da manhã no auditório. Foi exibido um pequeno vídeo sobre a história dos Direitos Humanos e de seguida a Dra Maria José Santos, em representação da Amnistia Internacional - Núcleo de Viseu, apresentou os casos da Maratona de Cartas 2015, sensibilizando os presentes para apoiarem esta causa. A sessão terminou com a apresentação da peça de teatro "Saber dizer sim, saber dizer não" representada pelos alunos do Curso Profissional de Artes do Espetáculo.  

No átrio da biblioteca foram expostos materiais do Projeto “Photo Voice”, um projeto que foi dinamizado pela EAPN – Rede Europeia Anti Pobreza no ano letivo anterior com a turma do 10º G e um painel relativo aos Refugiados elaborado pela Biblioteca. Em destaque também, um conjunto de livros alusivos aos Direitos Humanos.


Obrigada a todos pela preciosa colaboração!

Brevemente colocaremos aqui as fotos deste dia!


sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Ciclo de Reflexão sobre Direitos Humanos

  
Entre 9 e 11 de dezembro a Escola Secundária Felismina Alcântara realiza, uma vez mais, o Ciclo de Reflexão sobre Direitos Humanos, uma organização da Biblioteca Escolar e do Departamento de Ciências Sociais e Humanas. Serão três dias de reflexão sobre a temática, incidindo particularmente na problemática dos Refugiados e no Tráfico de Seres Humanos. 
Serão nossas convidadas a Dra Maria José Santos da Amnistia Internacional – Núcleo de Viseu, a Dra Joana Morais e Castro em representação da Plataforma de Apoio aos Refugiados, a Dra Sónia Araújo da Equipa Multidisciplinar Especializada para Assistência a Vítimas de Tráfico de Seres Humanos e o Dr João Labrincha da Academia Cidadã.
Os alunos do Curso Profissional de Artes do Espetáculo apresentarão a peça “Saber dizer sim, saber dizer não” que prepararam especialmente para este evento.
Iniciaremos este Ciclo de Reflexão no intervalo das 10h no dia nove, convidando a comunidade escolar a juntar-se numa sessão simbólica no átrio da escola.
Dinamizaremos novamente a Maratona de Cartas apelando à assinatura de toda a comunidade escolar para o apoio aos 4 casos selecionados este ano pela Amnistia Internacional.  
A exibição de pequenos vídeos, a sessão de cinema com o filme “A Delatora” (baseado num caso real), a partilha de leituras e algumas exposições complementam o evento.

Junte-se a nós nestes dias de reflexão por um Mundo Melhor!

A Organização

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Maratona de Cartas 2015


Maratona de Cartas 2015

A Amnistia Internacional Portugal marcou o início do grande evento anual da organização de direitos humanos que mobiliza milhões de ativistas pelo mundo inteiro.

A campanha anual da Maratona de Cartas é um dos maiores eventos mundiais de ativismo: pessoas que ajudam outras pessoas, onde quer que estas sejam; milhões que se juntam na tentativa de alcançar justiça para homens, mulheres e crianças no mundo inteiro. Todos os anos, desde 2009, e ao longo de várias semanas, a Maratona de Cartas mobiliza os ativistas a agirem em defesa de indivíduos e grupos em risco de sofrerem violações de direitos humanos.


Rafael Marques, jornalista e defensor dos direitos humanos em Angola, condenado injustamente por ter escrito um livro em que expõe graves violações de direitos humanos naquele país. O seu julgamento, politicamente motivado e violador do direito de liberdade de expressão, está em fase de recurso e a Amnistia Internacional insta as autoridades angolanas a respeitarem todas as garantias de julgamento justo e a retirarem as acusações contra o jornalista.

Raparigas e adolescentes no Burkina Faso são forçadas a casar precocemente e, assim, limitadas nas suas escolhas de vida e no exercício dos seus direitos sexuais e reprodutivos. Uma em cada três raparigas neste país é obrigada a casar antes de ter 18 anos, algumas até com apenas 11 anos – e de todas é esperado que tenham filhos muito cedo. A Amnistia Internacional exorta as autoridades do Burkina Faso a pararem de ignorar esta situação, proibida pela Constituição do país assim como pela lei internacional, e a porem fim as casamentos forçados e precoces.

Costas, grego e homossexual, e o seu companheiro, foram violentamente espancados duas vezes, em Atenas, devido às suas escolhas de orientação sexual. A Grécia continua a não tomar as medidas necessárias para estancar o aumento de violência motivada pelo ódio no país e trata os casais do mesmo sexo como cidadãos de segunda classe, não cumprindo as obrigações internacionais de proteção dos direitos da comunidade comunidade lésbica, gay, bissexual, transgénero e intersexual (LGBTI). A Amnistia Internacional urge as autoridades gregas a investigarem exaustivamente os crimes de ódio e a assegurarem que Costas e o companheiro recebem a compensação a que têm direito.

Yecenia Armenta foi condenada no México com base numa “confissão” extraída sob tortura brutal: suspensa pelos tornozelos de pernas para o ar, sufocada e espancada e violada. Está presa há três anos por um crime que assevera não ter cometido e as denúncias de tortura que fez continuam por ser investigadas pelas autoridades. A Amnistia Internacional defende que as autoridades mexicanas têm de retirar todas as acusações contra Yecenia Armenta, libertá-la imediata e incondicionalmente e responsabilizar judicialmente os seus torturadores.

Campanha "Make a wish"


As Bibliotecas Escolares e os Professores de Educação Moral e Religiosa Católica com a colaboração da Associação de Estudantes e de vários alunos aderiram ao Projeto “Make a Wish”. O projeto tem como missão realizar os desejos de crianças e jovens gravemente doentes, dando-lhes momentos de alegria e esperança. Nesse sentido, apelamos à tua colaboração na aquisição de uma estrela “Make a Wish” no valor de 1€. Podes fazê-lo em qualquer uma das bibliotecas escolares, junto dos professores de EMRC ou dos alunos dinamizadores da campanha. 

Neste Natal sê uma estrela “Make a Wish” e proporciona sorrisos a quem mais precisa!


Colabora nesta campanha!

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Este mês nas bibliotecas...

E chegámos a dezembro! 
Iniciamos o mês assinalando o Dia da Pessoa com Deficiência com sessões de leituras nas bibliotecas, seguindo-se entre 9 e 11 o Ciclo de Reflexão sobre Direitos Humanos, uma iniciativa das Bibliotecas Escolares em conjunto com o Departamento de Ciências Sociais e Humanas. Várias organizações foram convidadas para este evento cujo programa definitivo será publicado muito em breve! Também na ACO a professora Elisabete Cruz se associou à comemoração desta data e irá expor várias ilustrações realizadas por alunos da Declaração Universal de Direitos Humanos.

Em conjunto com os docentes de EMRC e a colaboração de vários alunos aderimos este ano ao projeto “Make a Wish” que tem por missão realizar os desejos de crianças e jovens gravemente doentes. Assim, solicitamos a toda a comunidade educativa que adquira uma estrela do projeto (1€) e contribua deste modo para levar um pouco de alegria e esperança a estes jovens.

Nos próximos dias 10, 14 e 15 a Biblioteca da GEA convida alunos e famílias a partilhar leituras ao final da tarde!

A Biblioteca da ACO, os alunos do 1º ciclo e a Educação Especial dinamizarão um espectáculo de encerramento do 1º período através da partilha de leituras e dramatizações.

Daremos início novamente ao projeto SOBE e mantemos os concursos e desafios mensais!

Bom mês… boas leituras!