terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

ID - a tua marca na net

Recebemos hoje na Biblioteca Municipal os atores Pedro Górgia, Alexandre Silva e Tiago Aldeia que nos trouxeram a peça ID - a tua marca na net. 
Patrocinada pela Fundação PT a peça tem por objetivo alertar os alunos para a utilização correta da Internet e simultaneamente apoiar o projeto Si Metrias da Academia Sentido de Si, uma organização sem fins lucrativos que desenvolve a sua ação no âmbito da saúde mental.
Assistiram várias turmas da ACO e da ESFA.
Muito obrigada à Fundação PT, ao fantástico trio de atores que esteve presente e aos docentes e alunos que estiveram presentes.
Ficam algumas fotos:

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Concurso "O que vejo e não esqueço"


As Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas de Mangualde e o Departamento Curricular de Línguas lançam o concurso “O que vejo e não esqueço”.

Plagiando o título do mais recente livro de Catarina Furtado e inspirado nele, o concurso desafia os alunos a criarem um texto original sobre um tema/uma situação atual que os “incomode” - que considerem preocupante ou injusta ou discriminatória… (os direitos humanos, os refugiados, o conflito geracional, o envelhecimento, a violência…)

Destinatários: alunos da ESFA divididos em 2 escalões (básico e secundário)

Prazo de entrega: 4 de março

Prémios

1.  Os autores dos melhores textos de cada escalão participarão na sessão de apresentação do livro “O que vejo e não esqueço” com a presença da autora, Catarina Furtado, que irá decorrer na escola durante a Semana da Leitura.
2.     Serão premiados os dois melhores textos de cada escalão com um exemplar do livro autografado pela autora. 

Regulamento disponível aqui!

Participa! 


Concurso Nacional de Leitura - Fase Distrital

Já foram selecionadas as obras de leitura obrigatória para a 2ª fase do Concurso Nacional de Leitura:

Ensino Básico:
   



 - O fantasma de Canterville - Oscar Wilde

 - Os livros que devoraram o meu pai - Afonso Cruz

Ensino Secundário



- Prometo Falhar - Pedro Chagas Freitas
- O Último Cabalista de Lisboa - Richard Zimler


Os alunos Beatriz Lopes (9ºC), João Viegas (9ºH) e Carolina Monteiro (9ºC) foram os alunos selecionados no ensino básico. A Ana Margarida Caçador (10º D), o João Fernandes (12ºB) e a Maria Inês Azevedo (11ºE) representarão o ensino secundário.

A prova  terá lugar em S. João da Pesqueira no próximo dia 3 de maio.

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Faz acontecer

André Leonardo tinha 23 anos quando decidiu dar a volta ao mundo. Objetivo: conhecer gente inspiradora, pessoas que "fazem acontecer", seja em Silicon Valley ou na Tanzânia.

Visitou 23 países, entre os quais Tanzânia, Estados Unidos, Quénia, Índia, Moçambique, Brasil e Israel, tendo agendadas 100 entrevistas com pessoas inspiradoras dos quatro cantos do mundo. Acabou por fazer 143 entrevistas e algumas das histórias que recolheu estão reunidas no livro “Faz Acontecer” que adquirimos para a biblioteca.

O autor esteve na nossa escola na última 5ª feira num encontro sobre empreendedorismo onde relatou esta sua grande aventura e inspirou decerto muitos alunos a seguirem os seus sonhos, pois tal como revelou, “Difícil é diferente de impossível”

domingo, 14 de fevereiro de 2016

Dia de S. Valentim

quando a ternura for a única regra da manhã


um dia, quando a ternura for a única regra da manhã,
acordarei entre os teus braços. a tua pele será talvez demasiado bela.
e a luz compreenderá a impossível compreensão do amor.
um dia, quando a chuva secar na memória, quando o inverno for
tão distante, quando o frio responder devagar com a voz arrastada
de um velho, estarei contigo e cantarão pássaros no parapeito da
nossa janela. sim, cantarão pássaros, haverá flores, mas nada disso
será culpa minha, porque eu acordarei nos teus braços e não direi
nem uma palavra, nem o princípio de uma palavra, para não estragar
a perfeição da felicidade.

José Luís Peixoto, in 'A Criança em Ruínas' 

terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

Dia da Internet Segura - Facebook divulga regras de segurança

Facebook é um dos apoiantes do Dia Internacional da Internet Segura, que se comemora no próxima dia 9 de Fevereiro. A maior rede social do mundo, com o intuito de promover uma utilização segura das tecnologias, divulga várias dicas para os mais jovens e para os pais, ensinando-os a aumentarem o nível de segurança e privacidade na rede social.

Três dicas de segurança para os jovens:

Pensem antes de partilhar. É fácil deixarem-se ir no ‘calor do momento’ e escreverem ou partilharem algo que lhes parece divertido. No entanto, é preciso ter atenção ao alcance do que se fez: É assim que eu quero que os outros me vejam? Poderá alguém, no futuro, usar essa informação contra mim? Gostaria que fosse partilhado com outras pessoas? Poderia acontecer-me algo de mau na sequência desta partilha?
Qualquer informação partilhada – num comentário, nota ou vídeo – poderá vir a ter um alcance inesperado, por isso é fundamental que os jovens se questionem: haverá algum problema se o que eu escrevi for lido por colegas, professores ou até por um futuro empregador?
Todos cometemos erros, e se disse algo que se arrependeu, nunca é tarde demais para se desculpar por isso.
Saibam com quem estão a comunicar. A cada partilha feita no Facebook – post, fotografia ou link – podemos escolher quem queremos que seja a nossa audiência. No entanto, é também muito importante prestar especial atenção aos pedidos de amizade recebidos e aceitarem apenas as pessoas que conhecem. Se alguma vez receberem mensagens ou posts que os magoam, os jovens devem, dependendo do grau de gravidade, ignorar, remover a amizade ou bloquear o seu autor ou contar o que se passa aos pais, professores ou a um adulto em quem confiem.
Reportem conteúdo abusivo. É sempre possível reportar conteúdo considerado abusivo no Facebook. Discursos de ódio, violência e bullying não são permitidos e o seu conteúdo é removido quando reportado, assim como Grupos, Páginas ou Eventos inapropriados e perfis falsos.

Cinco dicas para os pais

Seja fiel ao que ‘funciona’. O estilo de educação que dá ao seu filho deve ser semelhante online e offline. Cada filho é um filho e cabe aos pais perceberem qual a melhor forma de ‘passarem a mensagem’.
‘O exemplo vem de cima’ Este ditado popular é válido tanto online como offline. Tente ser um bom exemplo para os seus filhos, pois estes farão exatamente o que você faz e não apenas o que diz.
Estabeleça regras desde o início. Acompanhe os seus filhos online desde a sua estreia em redes sociais, pedindo-lhes de imediato amizade no Facebook ou Instagram. Quanto mais demorar a fazê-lo, mais difícil será. Fale-lhes de tecnologia, dos seus benefícios e malefícios.
Procure momentos-chave. Há momentos-chave para ter determinadas conversas como, por exemplo, quando oferece aos seus filhos o seu primeiro telemóvel. Estabeleça regras nessa altura, uma vez que, a partir dos 13 anos, os jovens poderão livremente aderir a redes sociais.
Peça aos seus filhos que o ensinem. Não tem conta no Instagram? Está interessado em serviços de streaming musical? Se os seus filhos estão familiarizados com estas questões, podem ser uma excelente fonte de ajuda. Esta é também uma boa oportunidade para abordar questões de segurança e privacidade. Peça-lhes que o ajudem a definir a privacidade da sua conta no Facebook e eles são perderão a oportunidade de o ensinar e lhe mostrar do que são capazes.

Sabes como te podes proteger online?

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Este mês nas Bibliotecas...

Como já é habitual, neste mês comemoramos a Semana da Internet Segura, uma semana que tem como principal objetivo promover a utilização segura da Internet pelas pessoas, sobretudo pelas crianças, mais propícias a riscos nesta rede mundial de comunicação. Há turmas do 1º e 2º ciclos a participar nos desafios lançados pelo site da Seguranet e turmas a visualizar os vídeos seleccionados pela Biblioteca e pelo grupo de informática. 
No dia 23 receberemos os atores Pedro Górgia, Alexandre Silva e Vicente Morais com a peça “ID – a tua marca na net”. O espetáculo é dirigido aos alunos do 3º ciclo e do ensino secundário e conta com o apoio da Fundação PT revertendo a favor do Projeto Academia Si Metrias da Associação Sentido de Si – Associação de Saúde Mental. 

 No dia 19 receberemos na Biblioteca Municipal o teatro-musical “Letras Perambulantes”. O espectáculo tem como base a literatura de cordel e conta com o apoio da Câmara Municipal. 

 São vários os concursos que serão realizados este mês. Para o 1º e 2º ciclos: “Concurso de Spelling", “Conta-nos uma história” e “Livros Falados”. Para o 9º ano e ensino secundário lançaremos o concurso “O que vejo e não esqueço”, plagiando o título do mais recente livro de Catarina Furtado. 

Durante o mês haverá ainda tempo para assinalar a semana dos Afetos e para os desafios habituais. 

Bom mês, boas leituras!