quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Maratona de Cartas 2016 - Histórias de sucesso

Para que serve a Maratona de Cartas? Será que o facto de escrevermos cartas mudará alguma coisa?
Conheça alguns dos casos de sucesso desta iniciativa e junte-se a nós na Maratona de Cartas 2016!

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Ciclo de Reflexão sobre Direitos Humanos

Entre 5 e 7 de dezembro a Escola Secundária Felismina Alcântara realiza, uma vez mais, o Ciclo de Reflexão sobre Direitos Humanos, uma organização da Biblioteca Escolar e do Departamento de Ciências Sociais e Humanas.

Serão três dias de reflexão sobre a temática, para os quais contamos com a preciosa colaboração de vários intervenientes que nos permitirão abordar os Direitos Humanos sob várias perspetivas.

Assim, no primeiro dia serão nossas convidadas a Dra Ângela Ferreira da Equipa Executiva da Amnistia Internacional e a Dra Adriana Pinto Rodrigues da DECO.
No segundo dia, daremos voz à partilha de boas práticas em Mangualde contando com a presença de elementos do pelouro da Ação Social da Câmara Municipal de Mangualde e com a Dra Cristina Matos em representação da Cruz Vermelha. Nessa mesma tarde, exibiremos o filme Freeheld – Amor e Justiça, baseado num caso real.
No último dia, contaremos com a presença do Juiz da Comarca de Mangualde, Dr. Paulo Lima e com a  apresentação do livro “As Prisioneiras: mães atrás das grades” da jornalista Isabel Nery.

O programa será complementado com a exibição de pequenos vídeos alusivos à temática; com a exposição de trabalhos de ilustração dos vários artigos da Declaração Universal de Direitos Humanos realizados pelos alunos de Artes; com uma instalação elaborada pelos alunos do Curso Vocacional de Animação Sociocultural e com um pequeno concerto de abertura dinamizado pelo grupo Partibus, formado por alunos da escola.  

Junte-se a nós nestes dias de reflexão por um Mundo Melhor!

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Campanha "Quem te ama não te agride!

O Governo, através da Secretaria de Estado dos Assuntos Parlamentares e da Igualdade e da Secretaria de Estado do Desporto e da Juventude, apresentou no dia 12 de fevereiro, uma campanha de sensibilização contra a violência no namoro, por ocasião do Dia dos Namorados, e que terá continuação nos meses seguintes.

Os desportistas William Carvalho (jogador de futebol Internacional A), Vasco Ribeiro (campeão do mundo em juniores de Surf), Diogo Chen (campeão da europa de ténis de mesa) e Ivo Oliveira (campeão do mundo em juniores de ciclismo em pista), e as atrizes e apresentadores/as de televisão, Sílvia Alberto, Cláudia Semedo, Lucília Raimundo, Raquel Oliveira, Maria Leite, Teresa Tavares e João Paulo Sousa protagonizam a nova campanha que escolhemos para iniciar as sessões que estão a decorrer no auditório da escola sobre "Violência no Namoro".

"Violência no Namoro"

A assinalar o "Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra a Mulher (dia 25), o PES e a Biblioteca da ESFA promovem amanhã e na 6ª feira várias sessões de sensibilização à temática "Violência no Namoro", que serão dinamizadas em colaboração com a Escola Segura (GNR)!


sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Projeto "Os livros procuram os alunos"


Dois textos de dois alunos do 9º G produzidos no âmbito do projeto "Os livros procuram os alunos" a partir das obras "O rapaz do pijama às riscas" e "O Diário de Helga". Parabéns!




quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Sobre a Tolerância...

Tolerância não é igualdade
Eu sou contra a tolerância, porque ela não basta. Tolerar a existência do outro e permitir que ele seja diferente ainda é pouco. Quando se tolera, apenas se concede, e essa não é uma relação de igualdade, mas de superioridade de um sobre o outro. Sobre a intolerância já fizemos muitas reflexões. A intolerância é péssima, mas a tolerância não é tão boa quanto parece. Deveríamos criar uma relação entre as pessoas da qual estivessem excluídas a tolerância e a intolerância. 
José Saramago

No decorrer dos séculos, a História dos povos não passa de uma lição de mútua tolerância, e assim, o sonho último será envolvê-los todos numa ternura comum para os salvar o mais possível da dor comum. No nosso tempo detestar-se e ferir-se porque não se tem o crânio construído exatamente da mesma maneira, começa a tornar-se a mais monstruosa das loucuras.
Émile Zola

terça-feira, 15 de novembro de 2016

Filmes novos!

Geração Fast-Food Inspirado num "best-seller" incendiário, "Fast Food Nation", o novo filme de Richard Linklater, segue a vida de The Big One, o mais recente hambúrguer da cadeia de "fast food" Mickey''s, que está à beira de se tornar no produto mais bem sucedido de sempre. Desde a sua criação até ao momento em que é vendido, a história de um simples hambúrguer cruza-se com a de uma série de pessoas que, quando percebem de que é feito e o que está por trás do The Big One, decidem impedir que a América se torne numa Nação Fast Food.

Freeheld – Amor e Justiça

EUA, 2005. A agente Laurel Hester pertence ao departamento da polícia de New Jersey. Para além de ser uma profissional respeitada, ela mantém uma relação conjugal com Stacie Andree, 19 anos mais jovem. Mas a tranquilidade da sua vida altera-se quando é diagnosticada com cancro nos pulmões em estado avançado. Plenamente consciente do fim que irremediavelmente se aproxima, Laurel deseja que Stacie herde a casa onde ambas vivem e que receba os benefícios de viuvez para que possa ficar numa situação económica mais confortável. Porém, a relação lésbica não é legalmente reconhecida para efeitos de herança. Decidida a marcar posição e a defender os seus direitos e os da comunidade homossexual, ela vai lutar até ao fim para que a lei seja alterada e Stacie receba o que é seu por direito…

O Clube de Dallas
EUA, 1985. Ron Woodroof (Matthew McConaughey) é um "cowboy" que sempre gostou de viver no limite... Até lhe ser diagnosticado o vírus VIH/sida e dado 30 dias de vida. Após um período inicial de total negação da doença, começa a ser tratado com o antiviral AZT, o único medicamento autorizado, que quase o conduz à morte. É então que decide procurar tratamentos alternativos noutras partes do mundo, independentemente da possível ilegalidade do seu uso nos EUA. É desse modo que, com a ajuda da Dra. Eve Saks (Jennifer Garner), a sua médica, e de Rayon (Jared Leto), um travesti também infectado, Ron cria o Clube de Dallas (Dallas Buyers Club), cujo objectivo é fornecer os mesmos medicamentos a outras pessoas na mesma situação. O sucesso é de tal forma surpreendente que acaba por chamar a atenção das companhias farmacêuticas que, por razões económicas, começam a olhar para o Clube de Dallas como uma verdadeira ameaça ao seu império.




domingo, 13 de novembro de 2016

Livros novos



Alguns dos novos livros que adquirimos para a biblioteca. "Prontinhos" para serem requisitados!

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

A Noite de Cristal (Kristallnacht) ocorreu há precisamente 78 anos!

O dia 9 de novembro fica na História como Dia Internacional contra o Fascismo e Antissemitismo por causa da Noite de Cristal, do alemão Kristallnacht, nome popularmente dado aos atos de violência que ocorrem em 1938, em diversos locais da Alemanha e da Áustria, então sob o domínio nazi ou Terceiro Reich. Tratou-se dos chamados pogroms, com a destruição de sinagogas, lojas, habitações e agressões contra as pessoas identificadas como judias.
Para o regime foi a resposta ao assassinato de Ernst vom Rath, um diplomata alemão em Paris, por Herschel Grynszpan, um judeu polaco.
Numa única noite, 91 judeus foram mortos e cerca de 25.000 a 30.000 foram presos e levados para campos de concentração. 7500 lojas judaicas e 267 sinagogas foram reduzidas a escombros. As ordens determinavam ainda que os homens do poder deviam estar vestidos à paisana, para que o movimento parecesse espontâneo, de uma população furiosa contra os judeus. Os incêndios também chocaram uma parte da população - mas não o facto de os judeus terem sido atacados fisicamente.
No fim, a autoridade nazi ainda cobrou uma multa aos judeus de mil milhões de marcos, pela desordem e prejuízos, dos eles foram as vítimas. Kristallnacht, o nome dessa noite trágica, deriva dos cacos de vidro (vitrinas das lojas e vitrais das sinagogas, entre outros), que resultado desse episódio de violência racista.
Fica a pergunta: e hoje, o que aprendemos com isto? Este ano, a United – sigla inglesa para Rede Europeia contra o Nacionalismo e Fascismo e de apoio aos Migrantes e Refugiados – apoiada pela Comissão Europeia e pelo Conselho da Europa, desafia as pessoas a votarem online no herói de Direitos Humanos que mais as inspira e a partilharem o seu voto nas redes sociais.

(visao.sapo.pt)

terça-feira, 8 de novembro de 2016

Filmes novos!

3 novos filmes na biblioteca prontinhos para serem requisitados:


A teoria de tudoNascido em Oxford (Reino Unido), a 8 de Janeiro de 1942, Stephen William Hawking é considerado um dos mais importantes astrofísicos de todos os tempos. Em 1963, enquanto estudante de Física na conceituada Universidade de Oxford, Stephen está decidido a encontrar uma "simples, eloquente explicação" para o Universo. Nesta época, já depois de conhecer Jane Wilde, uma jovem estudante de Artes por quem se apaixona, é-lhe diagnosticada esclerose lateral amiotrófica, uma doença incurável e degenerativa que leva à perda permanente de movimento muscular. Os médicos não lhe dão mais de dois anos de esperança de vida. Com capacidades físicas a cada dia mais limitadas, casa com Jane, com quem vem a ter três filhos. Com a ajuda dela, supera os maiores obstáculos, sem nunca perder a vontade de viver nem a sua extraordinária capacidade de se assombrar com o Universo. Depois de três décadas de vida em comum, a relação do casal termina e cada um segue o seu caminho…
Um filme dramático sobre o amor e capacidade de superação, realizado por James Marsh ("Homem no Arame") segundo um argumento de Anthony McCarten. "A Teoria de Tudo" adapta a obra biográfica "Travelling to Infinity: My Life with Stephen", onde Jane Wilde Hawking descreve os seus anos ao lado de Stephen. Com Eddie Redmayne no papel do astrofísico e Felicity Jones no de Jane, o elenco conta ainda com a participação de Tom Prior, Harry Lloyd e Emily Watson, entre outros.
Vencedor de dois Globos de Ouro – Melhor Actor (Redmayne) e Melhor Banda Sonora Original (Jóhann Jóhannsson) –, o filme recebeu ainda cinco nomeações para os Óscares, entre elas para Melhor Filme, Melhor Actor e Melhor Actriz (Redmayne e Jones, respectivamente). 


Amigos ImprováveisNa sequência de um acidente de parapente que o deixou tetraplégico, Philippe (François Cluzet), um aristocrata francês de meia-idade, decide contratar alguém que o apoie nas suas rotinas diárias. É então que conhece Driss (Omar Sy), um jovem senegalês de um bairro problemático, recém-saído da prisão. Driss é, segundo todas as aparências, alguém totalmente inadequado à função, porém Philippe, estabelecendo com ele um vínculo imediato, contrata-o. Assim, com o passar dos dias, aqueles dois homens com vidas tão díspares vão encontrar coisas em comum que ninguém julgaria possíveis, nascendo entre eles uma amizade que, apesar de improvável, se tornará mais profunda a cada dia.
Realizado por Olivier Nakache e Eric Toledano, uma comédia dramática baseada no livro autobiográfico "Le Second Soufflé", escrito por Philippe Pozzo di Borgo. 

O meu nome é AliceAos 50 anos, Alice Howland é uma mulher realizada: tem um casamento feliz, os filhos crescidos e uma carreira prestigiante como professora universitária. Tudo lhe corre de feição até ao momento em que começa a esquecer palavras e a baralhar-se nas coisas mais simples do dia-a-dia. Depois de fazer alguns exames, recebe o terrível diagnóstico: encontra-se num primeiro estádio de Alzheimer, um tipo de demência que provoca uma deterioração progressiva e irreversível da memória, atenção, concentração, linguagem e pensamento. Consciente do que o futuro lhe reserva, Alice está determinada a viver um dia de cada vez e a superar cada contrariedade com a tranquilidade possível. Deste modo, vai vivendo cada momento sabendo que, em breve, a doença vai alterar totalmente a forma como percepciona o mundo – e como o mundo a percepciona a ela…
Com realização e argumento de Richard Glatzer e Wash Westmoreland, uma história dramática que adapta o "best-seller" homónimo escrito em 2007 por Lisa Genova, professora da Universidade de Harvard e doutorada em Neurociência. O elenco conta com a participação de Julianne Moore, Alec Baldwin, Kristen Stewart, Kate Bosworth e Shane McRae. 

Este mês nas bibliotecas...

Iniciámos novembro com um encontro com a autora da obra “A longa viagem de Angui e Luna”, Sónia Costa. Participaram turmas do 2º e 4º ano da GEA.


Nos dias 15 e 16, em colaboração com a GNR e o PES serão dinamizadas sessões sobre a temática “Abuso e exploração sexual de crianças”, direcionadas a turmas do 1º ciclo da GEA e das aldeias.

A propósito do Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra a Mulher – 25 de novembro - as turmas do ensino secundário irão participar em sessões sobre “Violência no Namoro” que decorrerão nos dias 24 e 25. Esta atividade será dinamizada em colaboração com a GNR e o PES.

Foi lançado o Concurso “Conto de Natal” para o 1º e 2º ciclos da GEA, iniciativa promovida pela Biblioteca Escolar em colaboração com o grupo de EMRC.

Estão também abertas as inscrições de alunos para a participação no Parlamento dos Jovens.  Tendo por base os 40 anos a Constituição da República Portuguesa, ambas as modalidades – básico e secundário – abordarão este tema.

Mantém-se os já habituais desafios mensais!

Bom mês… boas leituras!

domingo, 6 de novembro de 2016

Projeto "Os livros procuram os alunos"


Dois textos de alunos do Projeto de Incentivo à Leitura "Os livros procuram os alunos"!

terça-feira, 1 de novembro de 2016

Novidades na Biblioteca!



Cidades de Papel


Quentin Jacobsen e Margo Roth Spiegelman são vizinhos e amigos de infância, mas há vários anos que não convivem de perto. Agora que se reencontraram, as velhas cumplicidades são reavivadas, e Margot consegue convencer Quentin a segui-la num engenhoso esquema de vingança. Mas Margot, sempre misteriosa, desaparece inesperadamente, deixando a Quentin uma série de elaboradas pistas que ele terá de descodificar se quiser alguma vez voltar a vê-la. Mas quanto mais perto Quentin está de a encontrar, mais se apercebe de que desconhece quem é verdadeiramente a enigmática Margot.
Cidades de Papel é um romance entusiasmante, sobre a liberdade, o amor e o fim da adolescência.


À procura de Alaska

Na escuridão atrás de mim, ela cheirava a suor, luz do sol e baunilha, e, nessa noite de pouco luar, eu pouco mais podia ver além da sua silhueta, mas, mesmo no escuro, consegui ver-lhe os olhos - esmeraldas intensas. E não era só linda, era também uma brasa." 

Alaska Young. Lindíssima, esperta, divertida, sensual, transtornada… e completamente fascinante. Miles Halter não podia estar mais apaixonado por ela. Mas, quando a tragédia lhe bate à porta, Miles descobre o valor e a dor de viver e amar de modo incondicional. Nunca mais nada será o mesmo.

Sobre o Autor

John Green é autor de vários bestsellers do The New York Times. Recebeu o Michael L. Printz Award e o Edgar Award. Foi por duas vezes finalista do L. A. Times Book Prize. Os seus livros foram traduzidos em mais de vinte línguas. John é também o cocriador, com o seu irmão Hank, do vlogbrothers, uma série de vídeos on-line que já foram visionados mais de 100 milhões de vezes.